Rede – uma delícia de descanso

Deixe um comentário

15 de Janeiro de 2013 por redação

Começamos a semana falando da cultura nordestina no texto sobre Gonzaga e Mestre Vitalino. Hoje, lembramos de um hábito bastante nordestino e apaixonante: aquela soneca em uma boa rede.

A história desse objeto doméstico começa com indígenas sulamericanos, que originalmente as produziam com materiais como cipó. Nas origens do Brasil, além de fazer as vezes de camas, eram usadas também como meio de transporte: os escravos transportavam seus senhores em redes quando as distâncias eram mais longas.

rede e indios

A rede e sua origem indígena

A difusão no Nordeste teve influência dos sacerdotes, que espalharam a técnica artesanal de sua confecção. As adaptações ao longo da história levaram a rede aos formatos que conhecemos hoje, fabricada de tecidos, como algodão.

redario praia

Reprodução

Caminhando lado a lado com palavras como sombra e água fresca, a rede hoje é sinônimo de descanso e boa vida. E invadiu a decoração moderna, trazendo ainda mais conforto para a vida urbana.

rede de parede

Reprodução

rede na decoração

Reprodução

Na loja do SOL, estão expostas para a venda diversas redes, em cores fortes e alegres por R$250,00 cada. Veja abaixo:

rede azul

Rede na loja O SOL – R$ 250,00

rede laranja

Rede na loja O SOL – R$ 250,00

detalhe acabamento rede amarela

Rede na loja O SOL – R$ 250,00

rede vermelha

Rede na loja O SOL – R$ 250,00

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: